Pular para o conteúdo principal

Valorize seus pontos fortes e disfarce os pontos fracos

Valorize seus pontos fortes e disfarce os pontos fracos

Em vez de triturar as unhas e sofrer palpitações, quando receber uma ligação solicitando o comparecimento a uma entrevista de emprego, corra até o computador e pesquise tudo sobre a empresa - caso você ainda não o tenha feito. Essa é a recomendação dos consultores organizacionais.

Nos sites corporativos podem estar as respostas para muitas de suas dúvidas, afirmam eles. Se você não conhece a companhia a qual se interessou pelo seu currículo, aí sim tem motivos para se preocupar. Outra dica é simular a entrevista com um amigo ou outro profissional de sua confiança. Fale sobre você e, ao final da apresentação, peça a opinião dele. Para amenizar o nervosismo e a ansiedade, é recomendado ainda chegar antes do horário marcado para a entrevista. É melhor chegar com uma hora de antecedência do que dez minutos depois. Durante a espera na recepção, você pode obter mais informações sobre a empresa e sentir o clima organizacional, apenas por meio da observação.

Na hora do processo seletivo olhe nos olhos do entrevistador e fique atento ao que ele fala. É o momento para colher pistas sobre o que o selecionador espera de você. Lembre-se: o bom desempenho em uma entrevista de emprego depende mais de você do que de qualquer pessoa. Esteja preparado para esta etapa. Vista-se formalmente, use cores neutras, cuidado com o cabelo e com a maquiagem carregada. Mas saiba que a seleção será feita com base no tipo de empresa, perfil para o cargo e percepções do entrevistador.

Pontos Fortes
Virou chavão. Na entrevista de emprego, certamente já lhe perguntaram: quais são os seus pontos fortes? Ao fazer esse questionamento, o selecionador quer saber se você se conhece bem. Mas, o que responder nessa hora?

Você deve dizer quais as competências mais fortes que possui, fundamentado (a) nas características mais relevantes para o cargo que está sendo disputado.
Você pode elencar também algumas características positivas com base nos valores e missão da empresa.
Desenvolva resumidamente a sua resposta. Explique, por exemplo, por que você se considera criativo citando exemplos reais em que este componente fez diferença em sua atividade profissional.
Utilize a linguagem corporativa. A linguagem empresarial está fundamentada no que se entende por competências, é o conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes transformado em resultados.
Não aponte características que as empresas já esperam que você tenha. Exemplo: pontualidade, facilidade para trabalhar em equipe.
Fale sobre qualidades fundamentais em sua área de atuação. Exemplo: se você trabalha na área de comunicação destaque o seu espírito inovador e criativo e comprove-o com exemplos reais.
Se você sente dificuldade para se comunicar o portfólio pode ser um recurso que vai facilitar a sua performance na entrevista. Enquanto fala sobre suas características peça permissão para apresentá-lo e mostre seus trabalhos. Além de facilitar a sua exposição, pode ser um diferencial e vai transmitir credibilidade. Não se esqueça de levar uma cópia do currículo para esta etapa.
Cuidado com o que você diz. Quando você compartilha algo que fez ou deixou de fazer revela componentes de sua conduta. Em outras fases do processo de seleção suas atitudes não podem contradizer o que foi falado na entrevista.
Pontos Fracos
Ao perguntar sobre os seus pontos fracos ou pontos a desenvolver o selecionador quer saber como você lida com as suas fragilidades.
Cite apenas um ponto fraco.
Não enfatize sua característica negativa, fale sobre o que você fez e está fazendo para superá-la.
Não diga que você é perfeccionista ou organizado em demasia. Isso são qualidades. Tampouco diga que é ansioso (a), uma vez que a maior parte das pessoas possui essa característica. Se você sabe controlar a sua ansiedade, não há motivo para apontá-la como um ponto fraco.
Mostre que você está consciente de sua fragilidade. Identificar um ponto fraco de modo seguro e explicar o que está fazendo para dirimir a dificuldade pode ser considerado um fator positivo. Revela maturidade.
Cada selecionador pode interpretar o que foi dito em uma entrevista de emprego de forma diferente. Portanto, um ponto fraco revelado nesta etapa do processo de seleção pode ou não eliminar o candidato, vai depender da empresa, cargo, entrevistador e da forma como você falou sobre o assunto.
Lembre-se: a entrevista é apenas uma das etapas do processo seletivo. Você será avaliado a todo o momento, por isso sua postura e atitude podem contar a favor ou contra em todas as fases do processo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os pilares da confiança no trabalho e como construí-los

A confiança é um dos princípios fundamentais da construção de relacionamentos. Ela, contudo, não acontece de um dia para outro, exige o que a pessoa tem de melhor, se desenvolvendo aos poucos. Ela precisa ser conquistada com nossas ações e comportamentos.

Assim como na vida pessoal, relacionamentos profissionais também dependem dela para se manterem saudáveis. “Uma relação de confiança no ambiente de trabalho cria espaço para a cooperação, o comprometimento, a circulação de ideias inovadoras, superação das diferenças, aumentando a satisfação no trabalho e melhora da comunicação”.

Mas quais são os pilares da relação de confiança no ambiente profissional? Confira e veja ainda quais os passos para construir um relacionamento baseado na confiança:

Honestidade, integridade e coerência
“Não posso dizer confie em mim, mas por meio destes três aspectos eu estabeleço o vínculo de confiança”. Para que um indivíduo confie em alguém e se comprometa com ele é preciso acreditar nele. “Perceber que é ve…

A ética nossa de cada dia

Parte da matriz profissional, a ética garante uma carreira sólida e bem sucedidaA ética profissional faz parte da vida de muitos trabalhadores, afinal, para se construir uma carreira duradoura, é necessário manter uma conduta louvável, fundamentada em princípios e valores éticos e morais. Considerada como o ato de cumprir suas obrigações de sua área profissional sem violar nenhum princípio, a ética profissional, segundo Madalena Feliciano,  CEO do Instituto Profissional de Coaching, deve ser cercada por valores como:
A honestidade e integridade – “sempre buscar fazer seu trabalho de maneira honesta, prezando sua credibilidade”.O sigilo e o respeito – “respeitar o cliente, o colega de trabalho. Não tirar vantagens de situações, não firmar compromissos que não pode cumprir, etc.”, exemplifica Madalena.A contribuição social – “todo trabalho pode trazer uma contribuição para a sociedade. O de coaching, por exemplo, tem a capacidade de contribuir para o desenvolvimento de pessoas”, ressalta.…

Para alcançar o sucesso é preciso estudar a empresa

Madalena Feliciano diz que é necessário alinhar valores para ter sucesso profissional. Até mesmo para enviar o currículo a uma empresa é sempre bom conhecer sua cultura para ver se seus valores batem com os dela. Para isso, a internet é uma grande aliada para descobrir itens como missão, visão e valores, que são importantes quando for chamado para uma entrevista. No processo seletivo, o candidato pode aproveitar para descobrir várias outras informações sobre a empresa, prestando atenção nas perguntas feitas pelo selecionador e pelas atividades que deverão ser realizadas. “Profissionais que mostram conhecimento anterior e interesse sobre a empresa ganham pontos positivos com o entrevistador e futuros chefes. A atenção neste momento pode garantir um bom resultado no mais para a frente”, diz Madalena Feliciano, gestora de carreira da Outliers Careers. Ao entender melhor a cultura e o funcionamento da empresa, o profissional conseguirá identificar também seus pontos fracos e terá bons critér…