Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

4 hábitos que atrapalham sua vida na hora de construir riqueza

Forma como você administra seu dinheiro é crucial para você chegar onde deseja



Seus hábitos financeiros podem tornar você rico, portanto, a forma como você administra seu dinheiro é crucial para chegar onde deseja.
Alguns hábitos que você tem diariamente podem estar impedindo que alcance a riqueza - sem você perceber. Pensando nisso, o planejador financeiro Tom Corley elencou 4 tipos de hábitos que são destrutivos para sua vida financeira e que você pode eliminar. Confira, de acordo com o site Business Insider:

1.    Tentar ganhar dinheiro por meio de jogos
Jogos não podem ser um plano de enriquecimento. Tudo depende da sorte, e você não pode apostar sua vida financeira na sorte. Se você organizar suas finanças, montar um orçamento, um planejamento para segui-lo e ter paciência é bem possível que você acumule dinheiro e alcance a riqueza, sem precisar apostar seu dinheiro.

2.    Despedício de tempo
Por mais que soe como clichê, ainda assim é verdade: tempo é dinheiro. Os rico…

Uma empresa pode deixar de contratar alguém com nome negativado?

Dois aspectos interessantes abordados pela advogada Verônica Filipini Neves: É considerada discriminatória a negativa de emprego a pessoas que tenham restrições ao créditoUm fator importante que reforça essa proibição, foi a revogação, em 2010, de um dispositivo da CLT, que previa como motivo para justa causa dos bancários a falta contumaz de pagamento de dívidas legalmente exigíveis. Segundo ela, em conclusão, deve o empregador se abster de utilizar como critério de seleção o fato discriminar candidatos com restrição ao crédito sob pena de, em sendo provado judicial, vir a sofrer condenação a indenização por danos morais. Em tempos de escassez de empregos, tem sido questionada a validade de critérios de seleção de candidatos baseados na negativação deles em cadastros restritivos ao crédito (SCPC, SERASA).Esta prática seria discriminatória? A resposta é: sim. É DISCRIMINATÓRIA. E esta discriminação é legítima? Isto é, trata-se de discriminação válida, uma vez que a legisl…

5 dicas de especialista do Itaú para passar 2017 no azul

A virada do ano, com remunerações extras e novas perspectivas, é o momento ideal para repensar a organização financeira e traçar um plano de economias.

A Superintendente de Sustentabilidade e Negócios Inclusivos do Itaú e responsável pelo programa de Educação Financeira do banco, Denise Hills, preparou uma espécie de roteiro com oito dicas para ajudar quem quer passar todo o ano de 2017 no azul. Confira:

1.    Planos
O primeiro passo é listar os objetivos de consumo para 2017. “Comprar um carro, fazer uma viagem, iniciar um novo curso, comprar algo que tanto sonha? Depois de pensar nos objetivos, priorize-os e avalie o quanto será necessário para colocar seus planos em prática”, escreve a especialista.

2.    Cálculos
Descubra o valor do seu objetivo para o final do ano e calcule exatamente quanto precisará poupar mensalmente para alcança-lo. Caso não caiba essa economia no seu orçamento atual, há dois caminhos: reduzir gastos ou aumentar ganhos.

3.    Redução
Caso opte pelo pr…

Quais são as suas desculpas pela derrota?

Você já observou que a cada derrota as pessoas costumam jogar a culpa em outras pessoas ou situações? Um atleta, por exemplo, culpa a falta de tempo de preparação, o foi o vento que foi contrário na hora da prova, ou o colega que não se colocou na posição correta para dar andamento a jogada, ou ainda a dorzinha que não foi sarada em tempo. A culpa nunca é ou foi sua… No dia-a-dia de trabalho também encontramos profissionais assim. “O relatório não ficou pronto porque o colega da outra área não passou as informações”. “Cheguei atrasado à reunião porque o trânsito estava horrível justamente na hora em que estava indo para o local”. “Não pude ir para o trabalho na segunda-feira porque alguém ficou doente”. Tem até aquelas pessoas que são mais drásticas: “matam” ou “enterram” algum parente, daí vem com a desculpa: “não pude comparecer ao trabalho na segunda porque a tia-avó faleceu” ou “tive que ir ao enterro da minha bisavó”. Pode parecer que desculpas assim “livram a car…

Cortar estes 7 hábitos ruins do dia a dia vai melhorar suas finanças

Especialistas dão dicas de como cortar gastos extras do dia-a-dia e economizar muito



A forma como você administra seu dinheiro afeta sua vida financeira e hábitos rotineiros podem atrapalhar o controle das suas contas. Costumes diários podem custar muito mais do que você imagina e é possível cortar alguns deles sem muito esoforço. A mudança desses hábitos devem direcionar suas finanças para um novo rumo, segundo o site Business Insider.
A consultora financeira Libby Kane conversou com outros especialistas em finanças da LearnVest e elencou 7 hábitos financeiros ruins que muitos cometem no dia-a-dia que podem ser eliminados fazendo o dinheiro render muito mais.


1.    Almoçar fora e comprar um café a tarde... todos os dias
Se você trabalha na cidade, almoçar em vários lugares diferentes pode ser irresistível – e problemático caso esse hábito comece a absorver o dinheiro que você poderia usar para outra finalidade.

"Não há nada de errado com a compra do almoço ou lanche ocas…

Casal tem 13 filhos e nenhuma dívida; descubra como alcançaram a façanha

Alcançar a fase da vida financeira em que você consegue administrar suas finanças e se encontra sem nenhuma dívida é uma grande vitória. Mas quando se tem 13 filhos, essa façanha parece um pouco mais complicada. Não para Rob Fatzinger, morador de Maryland, que contou sua história para o site Business Insider.

Imagem: Bing



Rob e sua esposa têm 49 e 46 anos, respectivamente, e juntos construíram uma família grande. O casal tem 13 filhos – e o mais surpreendente: nenhuma dívida. “Somos uma família com uma única receita e fazemos tudo funcionar, e o melhor é que estamos conseguindo lidar com as finanças, mesmo com todos os gastos”, afirma Rob.

Casados hé vinte e cinco anos, para administrar a família toda o casal optou por educar os filhos em casa com tutores particulares duas vezes por semana. Devido a isso, a educação das crianças sai mais barata.
Além disso, Rob conta que tirando a hipoteca da casa o casal nunca teve grandes dívidas. “Na fatura de cartão de crédito não temo…

De entregador de pizza a milionário: empreendedor conta seus segredos

Dan Henry começou a trabalhar com 16 anos como entregador de pizza, em Chicago. E durante os dois anos em que esteve no ramo, ele aproveitou para aprender tudo sobre como um negócio online funciona.

“Eu lia histórias de garotos que com 18 anos montaram um site e ganhavam muito dinheiro. Eu queria ser assim, eu decidi que seria esse garoto”, contou Dan ao site Business Insider. Para isso, pensou em um jeito inovador de começar a montar sua rede de contatos e aprender mais: criou o hábito de telefonar para pessoas bem-sucedidas e as convidar para um almoço.


"Eu decidi procurar pessoas que estavam fazendo seus negócios darem muito certo, não os famosos, mas pessoas que eu poderia cruzar e falar pessoalmente", disse ele. "Eu guardei um dinheiro da entrega da pizza, oferecia um almoço e tirava várias dúvidas. Eu só estava tentando ouvir um monte de gente, conectar pontos, e enxergar padrões", afirma Dan.
Ele marcava cerca de um ou dois almoços por mês e foi c…

Como um brasileiro inexperiente conseguiu emprego em Wall Street

O estudante Matheus Simões conta como seu colega Tiago Saito conseguiu um emprego em Wall Street logo depois de fazer MBA nos Estados UnidosPorMatheus Simões, do Estudar Fora Placa de Wall Street (.) Conseguir um emprego emWall Streeté tão difícil quanto escalar o Everest. Conseguir um emprego em Wall Street sendo um brasileiro sembackgroundnomercado financeiroé como escalar o Everest de olhos vendados e pés descalços. Foi essa escalada e chegada ao cumeque eu tive a honra de presenciar como colega do Tiago em Cornell. Sem querer, ele me ensinou muito sobre sucesso e sobre o diferencial do brasileiro: a capacidade de usar as adversidades como combustível. Já nas primeiras semanas doMBA, enquanto os alunos estavam conhecendo os novos colegas, fazendo novas amizades e explorando a cidade, Tiago estava quase tendo um surto psicótico. Sempre com o semblante preocupado, em todas as conversas falava que estava em dívida com as suas obrigações acadêmicas e o quanto o sonho dele de…

Para fundador do Insper, mercado financeiro exige este perfil

Claudio Haddad descreve um mercado cada vez mais analítico e garante: é importante ter garra, ética e sangue frio para se dar bem na carreira PorNa Prática Cláudio Haddad no Insper (Germano Lüders/EXAME) Claudio Haddad fundou a faculdade Ibmec, hojeInsper, em São Paulo – instituição conhecida pela vocação em formar jovens para omercado financeiro. Hoje presidente do conselho, ele tem experiência dos dois lados do balcão. Formado em Engenharia Mecânica e Industrial pelo Instituto Militar de Engenharia, é doutor em Economia pela Universidade de Chicago e deu aulas de pós-graduação na Fundação Getulio Vargas (FGV-SP) por uma década. Além disso, nos anos 1980, passou pela direção do Banco Central do Brasil e pelo Banco Garantia, onde foi sócio e diretor superintendente, além de ter integrado diversos conselhos dentro e fora do Brasil. Em uma conversa com o Na Prática, ele elaborou sobre o perfil ideal de umjovemtalento do mercado financeiro atual. “A pessoa tem que ter garra, disc…

Nova técnica de meditação aumenta a produtividade no trabalho

Empresas começam a estimular a prática do mindfulness, que pode ser descrito como um estado de atenção plena PorAlvaro Bodas Mindfulness: na Austrália, a operadora Virgin estimula a prática de meditação contra o uso excessivo das redes sociais (Brendon Thorne/Getty Images) Você está trabalhando pesado em um projeto importante e com prazo de entrega apertado. Mas, provavelmente, faz e pensa em várias coisas ao mesmo tempo. Tem um olho na tela do micro, outro no celular, os ouvidos atentos ao chefe e às pessoas ao redor. Mensagens deWhatsApp, profissionais e particulares, pipocam a todo instante, se misturando aos alertas do Messenger, Outlook, Instagram,Snapchate notícias de um site aberto no seu navegador. Tem também os aniversários noFacebook. Você se lembra que combinou de almoçar com um amigo que não vê há meses, e depois tem que pegar o carro na oficina e pagar uma conta. Mas espere aí: o que você estava fazendo mesmo? Sim, você continua trabalhando naquele projeto, mas…

4 dicas sobre finanças que você deve seguir em 2017

Em meio à crise que atingiu todo o país, o ano de 2016. Winnie Sun é diretora do grupo Sun Wealth Partners, uma empresa de consultoria financeira, e elencou 4 dicas sobre dinheiro que podem ajudar você a ter um ano financeiramente melhor em 2017, de acordo com o site Inc.com. Confira:

1.    Mude sua mentalidade sobre guardar dinheiro
Poupar dinheiro é uma forma de investir em si mesmo. Quando se tem um dinheiro guardado você pode iniciar seu próprio empreendimento, pode direcioná-lo para realizar um sonho, pode usá-lo se precisar pagar algo que não estava no orçamento ou ainda se alguma emergência aparecer. E só você pode fazer isso acontecer. A segurança financeira é essencial na sua vida.

Você precisa entender que poupar é crucial para alcançar seus objetivos, lembrando que o dinheiro é sempre um meio e não um fim. Você pode investir o dinheiro parado que você pretende não usar e fazer mais dinheiro, por exemplo. Guardar uma quantia por mês deve virar uma regra da sua v…

As doenças mais comuns no mundo corporativo (e seus sintomas)

Estudo da Advance Medical no Brasil foi feito com mais de 180 mil profissionais de grandes empresas como Google, Renault e Suzano Papel e CelulosePorCamila Pati
Mulher com dores: você cuida das suas costas? (KatarzynaBialasiewicz/Thinkstock) São Paulo – “Temos uma epidemia de dor nas costas”, diz o CEO da Advance Medical no Brasil, Caio Soares. Estudo realizado pela consultoria especializada em gestão desaúdecom mais 180 mil profissionais de empresas nacionais e multinacionais que atuam por aqui mostra que a ortopedia é a especialidade que mais consome recursos com saúde das empresas. A alta incidência de dores nas costas e problemas na coluna faz com que os gastos com ortopedia sejam até maiores do que em tratamentos dos cânceres mais frequentes. Grandes companhias comoGoogle, Renault, Hospital Sírio-libanês, Suzano Papel & Celulose estão entre as empresas pesquisadas pela Advance Medical. O levantamento indica asdoenças, problemas de saúde e sintomas mais comuns entre …