Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017

Como a autoconfiança em excesso pode prejudicar sua vida profissional

Veja quais cuidados você precisa tomar para não cair nessa armadilha Por Luciana Lima Gustavo Andare, fundador da Esmalteria Nacional, de São Paulo |Crédito: Germano Lüders Em 1995, o americano McArthur Wheeler foi preso enquanto assaltava um banco na cidade de Pittsburgh, na Pensilvânia. O detalhe curioso da história é que o ladrão não fazia o mínimo esforço para esconder o rosto durante os crimes e, quando pego, somente conseguia repetir que "havia passado o suco". A frase, aparentemente sem nexo, foi explicada mais tarde, quando McArthur afirmou à polícia que acreditava que, ao aplicar suco de limão no rosto, conseguiria burlar as câmeras do sistema de segurança das instituições.
O caso absurdo do ladrão serviu de ponto de partida para a tese de David Dunning e Justin Kruger, professor e aluno de psicologia na Universidade Cornell, também nos Estados Unidos, que ficou popularmente conhecida como a "síndrome do idiota confiante".  Publicado em 1999, …

Use esta “mania” de Barack Obama para falar melhor em público

Em seus 8 anos de governo, ex-presidente dos EUA foi elogiado por suas habilidades de comunicação. Veja um detalhe na oratória dele que faz toda a diferença PorClaudia Gasparini O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama (Bill Pugliano/Getty Images) São Paulo — Os fãs do ex-presidente americanoBarack Obamanão o admiram apenas por suas habilidades políticas: também não faltam elogios ao seu talento parafalar em público. O político é um verdadeiro mestre da oratória, diz Carmine Gallo, especialista em comunicação,à revista Forbes. Obama usa uma linguagem concreta, repete palavras para dar ênfase a certas ideias e explora a riqueza expressiva dos gestos e da voz. Mas há um detalhe mais sutil por trás da comunicação do ex-líder dos Estados Unidos, afirma a jornalista Wanda Thibodeaux, em artigo para osite Inc. O segredo está… em inserir…algumas breves pausas…no seu discurso. Sim, isso mesmo. A frequência com que Obama quebra a fala, que já foi até motivo parabrincadeira do apresent…

Feliz crise para você

Enquanto todos falam de crise, que realmente existe, tem gente conseguindo crescer. Ao conversar com muitos executivos que em 2016 assumiram cadeiras acima das que ocupavam, ouvi que eles encontraram a oportunidade que precisavam para mostrar que estavam ‘sub-utilizados’. Estavam mesmo? Por Roberto Aylmer* A crise nos leva a um novo patamar de reflexão e entendimento de que nossa viagem nesta terra não é a passeio |Crédito: Pexels De certa forma, todos nós sentimos ou somos subutilizados. Nosso cérebro busca isso: economia de energia. O corpo e a mente tendem à acomodação como forma de reduzir o consumo de energia. Vale lembrar que nossa biologia não evolui na mesma velocidade que nossos hábitos sociais. Ainda temos um cérebro com a mesma configuração do tempo em que o homem começou a plantar e a se fixar na terra. Nessa época, gastar mais caloria do que era possível ingerir significaria a morte em algum momento. Se a conta não fechasse, não tinha ‘cheque especial’, a pes…

Isto é o que Leandro Karnal espera que você faça se for demitido

Perder o emprego é um baque e tanto. Em entrevista exclusiva, professor explica como transformar a experiência do fracasso em sabedoria PorClaudia Gasparini Leandro Karnal (R. Trumpauskas/Divulgação) São Paulo — Nada de “pensar positivo” ou acreditar que osucessodepende apenas de você. No dia em que a vida trouxer notícias ruins, como a de umademissão,Leandro Karnal espera que você abandone todas as respostas prontas. Em entrevista por telefone aEXAME.com, o historiador e professor daUnicamp(Universidade Estadual de Campinas) diz que o discurso típico da autoajuda se apoia em premissas pouco realistas, e ignora que o êxito e o fracasso não dependem exclusivamente do indivíduo. Por outro lado, reconhecer o peso inegável das circunstâncias — como a crise econômica que assola o país e deve produzirquase 14 milhões de desempregados até 2018— não significa que você não tenha nenhuma responsabilidade por um eventual desligamento. Para Karnal, o profissional dispensado não deve se sentir …

7 técnicas de estudo para quem não consegue se concentrar

Você se distrai com qualquer coisa enquanto está se preparando para uma prova? Veja como manter o foco nos estudos, segundo especialistas PorClaudia Gasparini Estudante com dificuldade para se concentrar (Wavebreakmedia Ltd/Thinkstock) São Paulo — Uma pessoa entra na biblioteca. A tela do seu celular brilha com a chegada de uma nova mensagem. Você se lembra de uma música e decide escutá-la. Se você é um distraído crônico, qualquer motivo é suficiente para interromper o estudo para uma prova. A falta deconcentraçãocobra seu preço mais cedo ou mais tarde. Afinal, é preciso ter contato intenso e contínuo com a matéria para ter sucesso em provas complexas como concursos públicos, exames de proficiência em línguas ou testes de admissão em programas de pós-graduação. Continuidade é justamente o maior desafio dos dispersivos, afirma Alessandro Saade, fundador do projeto “Empreendedores Compulsivos”. Ele próprio se identifica com o perfil. “Além de déficit de atenção, sou muito curi…