Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

Como se preparar para os testes de lógica em processos seletivos

Muito comuns em processos seletivos concorridos, provas de lógica funcionam como filtros iniciais e exigem calma, foco e preparação dos candidatos PorAna Pinho e Rafael Carvalho, do Na Prática (phototechno/Thinkstock) O nome indica: um teste de raciocínio lógico avalia a habilidade do indivíduo de raciocinar de maneira lógica, ou seja, que faz sentido. E fazendo isso através do uso de argumentos, premissas, declarações e afirmações que definem se algo é certo ou errado naquele contexto… “Não se trata de fazer conta de cabeça, mas de passar por um processo lógico. Como chegar na informação? Que caminho tomar?”, resume Gustavo Nascimento, sócio-diretor da Br Talent, empresa especializada emrecrutamento. É uma forma de medir a capacidade analítica do candidato – ou seja, sua capacidade de analisar problemas e propor estratégias de solução – e o tipo de raciocínio que ele adota nesse processo.   Dessa forma, esses testes acabam aferindo, de uma forma ou de outra, um traço pro…

Por que a Ambev não liga muito para o que você estudou

Descontente com seu curso universitário? Confira exemplos que podem ajudar quem não se vê trabalhando na área de formação PorCamila Pati Ambev: mobilidade é estimulada São Paulo – Bruno Morato, 22 anos, está fazendo estágio naAmbev, na área de marketing da Brahma, e estuda medicina na Universidade de São Paulo (USP). Carolina Fernandes, 34 anos, é gerente de expansão Premium na mesma empresa e se formou em hotelaria. Raphael Rizzo, 46 anos, acaba de ser promovido de gerente de cervejaria a diretor de brand experience também na Ambev, e sua área de formação é o jornalismo. Além de trabalharem na mesma empresa há um outro ponto em comum entre essas três pessoas de diferentes gerações: o trabalho delas não tem absolutamente nada a ver com o que estudam ou estudaram nafaculdade. O mais emblemático é o caso do estagiário de marketing que faz medicina na USP. A princípio, a sua trajetória pode provocar certa estranheza. Mas basta conversar com Morato para perceber que o interesse…

Como recuperar o poder de influenciar as pessoas no trabalho?

Executivos vivem momentos de "déficit de poder", mas é preciso recuperar a credibilidade para inspirar os funcionários PorCyril Bouquet, professor do IMD, com Jean-Louis Barsoux Desafios: deficit de poder causa dificuldades como perda de legitimidade e falta de recursos; saiba como reverter o quadro (Thinkstock) Executivos frequentemente vivenciam déficits de poder para influenciar as pessoas em suas organizações. Basicamente, há três fontes de poder que precisam ser mantidas para evitar ou recuperar-se quando isso ocorre. Você já se encontrou na frustrante posição de expressar sugestões que, por alguma razão, não são ouvidas? Você não está sozinho. Mesmo os executivos mais talentosos costumam chegar a um nível da carreira no qual se encontram sem a energia e a influência necessárias para colocar as coisas em prática. Esses déficits de poder podem acontecer com qualquer um, de pessoas com alto potencial a executivos sêniores de alto desempenho. Executivos com dé…

Se um profissional é preso, ele perde o emprego?

Prisão rende obrigatoriamente demissão por justa causa? Advogado especialista em direito trabalhistas responde PorMarcelo Mascaro Nascimento, sócio do escritório Mascaro Nascimento Advocacia Trabalhista (.) A condenação criminal, com cumprimento de pena privativa de liberdade, é uma das causas de rescisão do contrato de trabalho por justa causa, conforme art. 482, “d”, da CLT. Ou seja, o empregado que for considerado culpado em processo criminal, já com todos os recursos esgotados, poderá ser dispensado por justa causa. Se o empregador optar por rescindir o contrato dessa forma, deverá quitar todas as verbas trabalhistas, sem exceção. Como o empregado não poderá comparecer, pois estará preso, o mais seguro é realizar o depósito das verbas a fim de evitar multas por pagamento das verbas rescisórias fora do prazo legal. É importante destacar que a demissão por justa causa é o recurso mais extremo e, portanto, precisa ter fundamento. Em nenhum momento o empregador pode disp…

As 20 profissões que tiveram maior aumento de salário neste ano

Levantamento mostrou que algumas carreiras registraram valorizações salariais expressivas no Brasil apesar da crise econômica PorFernando Pivetti 13º salário: Você receberá a primeira parcela até 30 de novembro (SIphotography/Thinkstock) São Paulo – Com todos os problemas econômicos e políticos do Brasil em 2016, omercado de trabalhoviveu um ano muito difícil. A taxa de desemprego no país, que começou o ano em 9,5% segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PnadContínua) do IBGE, encerrou o trimestre até outubro em 11,8% e mantém a tendência de alta. A crise também afeta ossaláriosdos brasileiros, que desde o começo do ano enfrentam dificuldades em negociar reajustes que superem as taxas de inflação oficial. Mesmo com o cenário negativo, algumas carreiras ganharam destaque em 2016 com relação ao crescimento salarial médio dos trabalhadores. Um levantamento realizado pelo coordenador do projeto Salariômetro da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Hélio …