Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

A moda do mordomo pega na China

Por conta da alta procura por mordomos no país, a International Butler School abriu uma unidade em Chengdu Por Redação Você S/A Alunos da International Butler School: milionários contratam mordomos e criadas |Crédito: Divulgação Por conta do sucesso da série Downton Abbey, que mostra a trajetória de uma aristocrática família inglesa e as peripécias de seus criados entre as décadas de 1910 e 1930, um modismo se espalhou no mercado chinês: a procura por mordomos e criadas.
Os milionários estão importando profissionais da Inglaterra, e os jovens orientais correm atrás de cursos profissionalizantes. A International Butler School, com sede na Holanda, abriu uma unidade em Chengdu, no sudoeste da China, e desenvolveu aulas especiais para esse público que aprende a polir prataria, a servir vinhos e a montar uma mesa de jantar. 
Depois de formados, os mordomos chineses ganham, em média, salários de 2 625 yuan (1 600 reais).


Esta matéria foi publicada originalmente na edição 211 da r…

O que grandes executivos pensam sobre a crise política

Pesquisa ouve diretores de empresas sobre as possíveis soluções para a retomada econômica no país Por Redação Você S/A Dilma Rousseff e Michel Temer durante cerimônia de posse do 2º mandato de Dilma, em 2015 |Crédito: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas São Paulo – Nos últimos tempos, a situação política no Brasil não está nada fácil de entender ou de acompanhar. Então, o que esperar após a maré abaixar e os ânimos se acalmarem? Como o país pode voltar a crescer economicamente? Uma pesquisa realizada com o mailing de clientes da empresa de recrutamento Talenses, de São Paulo, buscou entender a opinião de executivos em relação às possíveis soluções para a crise pela qual o Brasil está passando hoje. 
Os números refletem o que 105 profissionais de nível de diretoria consideram o melhor caminho para a recuperação econômica do país. Mais da metade dos entrevistados (53,3%) respondeu que a melhor solução seria o impeachment da presidente Dilma Rousseff e Michel Temer, seu vice, ass…

O que pessoas bem-sucedidas aprenderam com seus erros

Assumir os deslizes, encarar o cenário sombrio e começar tudo de novo faz parte de dar a volta por cima ao errar Por Mariana Amaro Robinson Shiba, fundador do China in Box e presidente da Trendfoods |Crédito: Marco Pinto Como qualquer usuário de rede social já sabe, sucesso é algo para ser compartilhado, curtido e comentado. Uma promoção, um elogio, um faturamento no azul, tudo é motivo para avisar a todos como a sua carreira está muito bem, obrigado. O fracasso, por outro lado, é algo íntimo, para ser degustado sozinho, de preferência escondido no quarto, debaixo das cobertas. 
Ninguém gosta de falar que fracassou, até para não dar aquela satisfação para quem torcia contra. A palavra “schadenfreude” é alemã, mas serve para descrever um sentimento comum: aquela felicidade que todo mundo já sentiu uma vez ao ver o outro falhar. Mas a verdade é que todos os bem-sucedidos já cometeram deslizes. 
“As pessoas acham que uma trajetória de sucesso é linear, que aquele presidente …

Como consertar seus erros no trabalho

É possível reverter a situação quando algo importante não dá certo. Saiba como a seguir. Por Mariana Amaro Errando e aprendendo: negar ou esconder o erro mostra imaturidade e falta de controle emocional |Crédito: Pixabay Quem nunca mandou um e-mail para a pessoa errada, se esqueceu de revisar uma apresentação ou simplesmente cometeu algum deslize no trabalho que atire a primeira pedra. Mesmo depois de errar em algo importante,é possível reverter a situação. “O erro é o norteador para o crescimento da sua carreira”, diz Alessandra Assad, professora de gestão de pessoas da FGV de Curitiba. Saiba o que fazer para recuperar o caminho depois de entrar na contramão.
1. Comunique imediatamente aqueles que foram afetados pelo equívoco  “Antecipe-se e avise da falha o quanto antes para não gerar um efeito cascata e fazer com que essa informação errada chegue a um número ainda maior de pessoas”, diz a coach Eva Hirsch Pontes.
2. Trace uma estratégia “Para ser perdoado, mostre o que est…

Famosos que erraram e realizaram reviravoltas nas carreiras

Confira o que personalidades famosas fizeram para reparar um erro profissional Por Mariana Amaro Os erros de Abílio Diniz, Xuxa, Michael Jordan, André Gide, Guilherme Fontes e Raquel Zimmermann |Crédito: Luiz Maximiano/Divulgação/Getty Images/Camila Fontana/Zé Amaral Tomar uma decisão equivocada na carreira pode significar dar um passo para trás. Conheça as falhas de algumas personalidades e veja o que elas fizeram para dar a volta por cima.
Confiança demais  Abílio Diniz, ex-Pão de Açúcar, entrou em guerra com o Casino, do Carrefour, depois de negociar, em segredo, uma fusão entre os dois grupos. Na época, o acordo previa que os franceses assumiriam o controle – o que Abílio tentou evitar. Empurrado para fora, comprou 10% do Carrefour Brasil e, recentemente, adquiriu com Jorge Paulo Lemann a padaria Benjamin Abrahão. A lição: em qualquer negociação é preciso haver confiança, sim. Mas, quando há dinheiro envolvido, é melhor colocar tudo no papel.
Mudança de ares Durante quas…

Culturas influenciam no aprendizado pelo erro

Como países de diferentes partes do mundo lidam com os seus equívocos Por Mariana Amaro Países lidam de formas diferentes com os erros devido à cultura |Crédito: Pixabay A forma de lidar com o erro varia conforme a cultura. Veja como isso é visto em diferentes regiões do planeta:
Estados Unidos Culturalmente, é um país mais aberto aos erros. “Existe um termo no vale do Silício para se referir àquelas pessoas que já foram à falência várias vezes, mas continuam tentando: empreendedores seriais”, diz Edsel Oliveira, fundador da Reach Out, consultoria de exportação.
Finlândia Para desenvolver a cultura da aceitação dos erros, o governo entrou em cena. Os políticos criaram, em 2011, o dia nacional da falha, quando cidadãos e figuras públicas são convidados a compartilhar suas pisadas de bola com o resto do mundo a partir de depoimentos sobre os deslizes.
Alemanha Eles acreditam que falha deve ser reconhecida e corrigida imediatamente. Um exemplo dessa postura ocorreu no final do ano…