Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2018

Um salto para o sucesso, empreendedor

Deixar um emprego que te traz garantia para apostar em uma nova carreira ainda é considerado um passo de risco. Antigamente, a pressão exercida pela família na área profissional era um dos maiores fatores de desistência em empreendimentos. Hoje em dia, a razão se tornou muito mais séria. Em tempos economicamente instáveis como os que o Brasil passa no momento, deixar de lado uma carreira consolidada, pela incerteza de apostar em algo novo, é certamente um risco muito maior. No entanto, mesmo apesar de todos esses obstáculos, é cada vez mais comum observar pessoas seguirem o caminho que desejam, mesmo que isso exija maior esforço e traga menos retorno financeiro. Madalena Feliciano, gestora de carreiras e diretora da Outliers Careers  conta que deixar um trabalho certo e estável para abrir seu próprio negócio pode parecer assustador, mas ainda é possível: “Não existe receita para que o resultado seja 100% positivo, mas existem sim algumas atitudes que podem ser tomadas para fazer com qu…

Deixar o emprego e iniciar um novo negócio: vale à pena ? Quando é a hora ?

Largar o certo pelo duvidoso requer coragem e disposição – mas, muitas vezes, traz consigo a felicidade que o profissional não encontrava no antigo trabalhoDeixar um trabalho certo e estável para abrir seu próprio negócio pode parecer algo um tanto quanto assustador. É preciso estar mais do que preparado para dar esse grande salto – e não simplesmente “pular sem olhar para baixo” e sem medir as possíveis consequências. Além da coragem necessária para essa nova fase, existem formas mais seguras de alcançar o sucesso e aumentar as possibilidades de ser bem sucedido na abertura do novo negócio, só é preciso muito estudo e atenção em cada atitude. Segundo Madalena Feliciano, Gestora de Carreira da Outliers Careers, é cada vez mais comum as pessoas desejarem abrir o seu próprio negócio e serem os seus próprios chefes, talvez pelo sonho de liberdade ou de poderem fazer o que gostam em seu próprio horário de trabalho – e, assim, sobrando mais tempo para sua vida particular. Porém, não é sempre…

Profissionais Equilibrados

Além de serem competentes em suas funções e bem qualificados, os pré-requisitos para uma contratação, hoje, é a inteligência emocional. Com cada vez mais informação, tarefas a serem realizadas e estresse no dia a dia, a capacidade de saber trabalhar sob pressão e lidar com problemas de forma tranquila é um dos traços mais buscados por recrutadores. Não a toa, empresas fazem extensos processos seletivos e analisam cada detalhe do candidato, na esperança de realmente saber o máximo possível sobre o futuro contratado.
É importante enxergar como a falta de sensibilidade em se relacionar com os outros prejudica a imagem e o desempenho. “Quem sabe lidar com seus medos, inseguranças e insatisfações costuma ter maior êxito em seus cargos, além de também manter a harmonia com os colegas no escritório”, explica Madalena Feliciano, diretora da Outliers Careers e do Instituto Profissional de Coaching.
Ainda de acordo com a especialista, por natureza, o ser humano é predisposto a seguir seus instint…

Saia da zona de conforto

Você está satisfeito com seu trabalho? Há espaço para melhorias? Existe um mundo cheio de possibilidades para além do já conhecido. Identificando quais comportamentos o incomodam e gostaria de realizar em sua vida, o próximo passo é agir. 

De acordo com a gestora Madalena Feliciano, da empresa de recolocação Outliers Careers, sair da sua zona de conforto vai lhe causar uma onda de energia e adrenalina, seguida por um sentimento de euforia leve. “Fará bem tanto pessoal, quanto profissionalmente. Esse pode ser o gatilho para fazer um projeto sair do papel ou para alterar as suas funções”, explica. 
Se você atua no mesmo emprego há algum tempo, mesmo estando insatisfeito com ele, provavelmente você está estagnado. Frases como ‘Isso é impossível para mim’, ‘É muito difícil’ ou ‘Pode vir a ser embaraçoso’, consequentemente faz a pessoa se agarrar a um conceito, como se sua vida dependesse disso. 
Contudo, já se perguntou por que crescer na carreira é tão importante? O que você espera realment…

4 características de um bom líder

Liderar pessoas é um comportamento complexo, o qual vai além de técnicas, conhecimentos e experiências. Ser um bom gestor no mercado de trabalho, hoje, exige muito do profissional, pois é preciso lidar com pessoas e situações diferentes e adversas da melhor forma possível sem perder a compostura, paciência e o foco nos objetivos traçados.

As empresas mudam muito de acordo com os seus gerentes e a forma como cada um deles trabalha. “É preciso ser e fazer diferente, se importar verdadeiramente com os seus liderados e entender a importância de buscar no seu interior, o melhor de si para extrair dos outros o melhor de cada um”, explica Madalena Feliciano, Gestora de Carreira da Outliers Careers.

A especialista destaca quatro características fundamentais: 

- Construir ambientes seguros: para obter a adesão verdadeira da sua equipe é preciso comprometimento, motivação e engajamento de cada colaborador da empresa. Isso só acontecerá quando as pessoas estiverem abertas e receptivas e se sentirem…

Retorne ao mercado de trabalho

O mercado de trabalho brasileiro continua sofrendo fortemente com a recessão econômica. No segundo trimestre de 2016, a taxa de desemprego no Brasil subiu para 11,3%, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua). Até o fim junho, o país já tinha ultrapassado os 14 milhões de pessoas procurando emprego.
Para Lurdes Domingos, professora do curso de Psicologia da UVA – Universidade Veiga Almeida no Rio de Janeiro, o trabalho é a tarefa de maior sentido na vida do ser humano. “Quando ele se vê obrigado a se desligar da rotina, a situação é semelhante ao luto e gera fragilidade”, observa. Levando em conta essa realidade, a gestora Madalena Feliciano, da empresa de recolocação, Outliers Careers, realiza um trabalho completo para o retorno da pessoa desempregada ao mundo corporativo. Veja algumas dicas para não sucumbir com a falta de oportunidades:
1. Superação e coragem andam juntas: para conquistar qualquer objetivo, o principal componente é a corage…

Perdão no ambiente de trabalho

Todos correm o risco de se desentender com o patrão ao menos uma vez na vida. Apesar da tradicional desculpa de “errar é humano”, precisamos assumir as falhas e corrigir possíveis erros ao longo de nossa profissão. Se você falhou, não tente apontar o mais culpado. Admita a limitação e se posicione diante do chefe. 

De acordo com Madalena Feliciano, gestora de carreiras da Outlieers Carriers, na maioria das vezes, é melhor usar da sensatez e dar um fim ao mal-entendido, em vez de gerar um maior desconforto, futuramente. “O perdão e a atitude de pedir desculpas podem ser uma maneira de encerrar o conflito e começar uma etapa nova”, explica.
Qualquer pessoa pode ficar com raiva quando se sente agredida, ofendida ou magoada. Todavia, direcionar esse sentimento a alguém é um desperdício de energia. “Isso impede a pessoa de prestar atenção em sua reação emocional, na intensidade e nos seus aspectos íntimos, como a dificuldade de lidar com as pressões por resultados ou com pontos de vista dife…

Causando uma boa impressão

Quando o assunto é entrevista de emprego, as pessoas tendem a se preocupar. Para a maioria, essas situações não são tranquilas e envolvem bastante nervosismo, gagueira, suor nas palmas das mão e o coração um pouco acelerado. Isso tudo é compreensível, mas, algumas vezes, as pessoas acabam por prejudicarem seu desempenho- e sua possível contratação - em jogo por causa de falta de preparo emocional. Segundo Madalena Feliciano, diretora de projetos da empresa Outliers Careers, a preparação é tudo na hora de fazer uma boa entrevista de emprego. "De nada adianta a pessoa ter experiências prévias e currículo maravilhosos, ela precisa se mostrar capacitada e preparada para lidar com todo e qualquer tipo de pressão na hora da entrevista. Além disso, é preciso, também, se mostrar apresentável no dia, com roupas adequadas, por exemplo", comenta. A profissional explica que algumas medidas podem ser tomadas para que a pessoa tenha a melhor entrevista possível. Confira: 1. Antecipe-se Na maio…

Estágio na terceira idade?

Já se foi o tempo, cujas pessoas com mais de 60 anos não conseguiam uma recolocação profissional no mercado. Com a expectativa de vida cada vez maior, os mais experientes não querem deixar de trabalhar e desejam novas experiências. A volta ao mundo corporativo é um fenômeno recente no Brasil. Os 70 anos de hoje podem ser comparados com os 50 de algumas décadas atrás. Segundo a especialista em transição de mercado, Madalena Feliciano, existem razões para esse regresso. “Cada vez mais as pessoas chegam aos 60 com grandes capacidades profissionais, vontade de ganhar seu próprio dinheiro e ter uma boa vida pessoal”, explica. As empresas, por sua vez, optam por esses profissionais quando a atividade exige mais responsabilidade, disponibilidade e respeito ao horário. Segundo levantamento do Nube, ocorreu um aumento de 21,6% no número de estagiários com mais de 40 anos no mercado entre 2015 e 2016. De acordo com Madalena, não existe idade máxima para se trabalhar. “Eles são contratados, porque…

Esteja pronto para voltar ao mercado de trabalho

Enquanto geração de renda é tema recorrente em período eleitoral, quem sofre com o desemprego lida na prática com as incertezas de um retorno à antiga atividade. Será que o mercado vai melhorar? Quanto tempo ficarei sem exercer a profissão? E o que fazer para conseguir outra oportunidade? São questões como essa que, de acordo com os gestores de carreira, devem ser utilizadas para impulsionar uma reflexão sobre as qualidades e defeitos de cada diante de um cenário crítico. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de desempregados registrado no país já alcança 14,3 bilhões. Embora seja uma estatística preocupante, a gestora da Outliers Careers, empresa de recolocação profissional, Madalena Feliciano, sugere a tomada de posturas positivas. “Para conquistar qualquer objetivo, o principal componente é a coragem. Desse modo, encarar uma demissão é uma tarefa necessária, por mais difícil que possa parecer.  É claro que existe um período no qual a pessoa sente…

As habilidades que fazem a diferença

Desenvolver habilidades em várias áreas serve como diferenciação no mercado de trabalho Todos nascem com talentos e habilidades diferentes, mas, ao longo da vida, acabam por frisar e desenvolver apenas algumas dessas desenvolturas com melhor qualidade. Depois dos 30 anos, então, a situação se complica ainda mais, já que a maioria das pessoas já estão formadas, com uma profissão definida e uma carreira inteira pela frente – e, com isso, a promessa de fazer sempre a mesma coisa, fazendo com que as outras habilidades “atrofiem”. Ciente dessa questão, Madalena Feliciano, Gestora de Carreira da Outliers Careers, alerta para cuidados que devem ser tomados, afinal, “se dá bem melhor nas tarefas do cotidiano quem tem múltiplas habilidades desenvolvidas”, comenta a especialista. Como um simples exemplo, ela diz: “Digamos assim, se você é bom com números, tente fazer uma pintura. Se é bom em escrever, tente resolver equações matemáticas ou jogar soduku, e por aí vai”. Segundo Madalena, desenvolver…

A comunicação das abelhas

Vamos analisar a forma com que as abelhas se comunicam, associando-a a importância de uma linguagem clara e objetiva dentro de uma empresa?As abelhas possuem um sistema de comunicação bastante organizado e interessante: quando querem informar as companheiras sobre a localização de uma fonte de alimento, as campeiras – responsáveis por registrar a posição da fonte em relação a colmeia – usam o sistema da dança, que difere em relação a distância da localização. Em uma empresa, a comunicação – que, em nossa espécie, ocorre através da linguagem – precisa ser de natureza clara e eficiente seja qual o setor de atuação, direcionando o trabalho ao alvo definido pela corporação. Digamos, em comparação, que este alvo seria a fonte de alimento e, a equipe, o grupo de abelhas: todas caminhando na mesma direção, sob uma liderança que almeja o sucesso profissional e se comunica através dessa linguagem objetiva. Pensando em aprimorar a comunicação de uma empresa – entre setores, funcionários e como in…