Pular para o conteúdo principal

Como se recuperar de um negócio que não deu certo

Dar a volta por cima é a solução. Veja como fazer isso.


Não há momento mais propício para falar sobre derrotas e volta por cima. Não depois que a seleção brasileira perdeu de 7 a 1 para a Alemanha. Como lidar com o fracasso e superar esse momento difícil? Madalena Feliciano, diretora de projetos da empresa Outliers Careers faz um paralelo entre o futebol e os negócios: como superar um negócio que não deu certo e seguir em frente?



A cultura sobre o fracasso varia muito em cada país – e isso foi extremamente visível com a Copa. Muitos países saíram da competição satisfeitos com o que alcançaram – seja passando pela fase de grupos ou chegando a final – e não para por aí.

No mundo dos negócios o fracasso também é interpretado de formas diferentes: nos Estados Unidos, por exemplo, fechar uma empresa é sinal de orgulho, afinal, a pessoa tentou, aprendeu e agora pode partir para uma nova jornada, enquanto no Brasil, o fracasso ou fechamento de uma empresa pode ser sinônimo para o fim de uma carreira.

Segundo Madalena, não importa o quanto uma derrota pode ser devastadora para um profissional, é preciso que ele avalie a situação e volte para a luta enfrentando os obstáculos - e sem reclamar. “Ok, você teve que fechar sua empresa e seu projeto deu errado, mas a cada minuto que você reclama, é um minuto que você perde para colocar em prática uma nova ideia ou simplesmente superar o acontecido”, comenta a especialista.

É importante para você mesmo saber porque e onde aconteceram os erros. “Foi no projeto? Faltou estudar os concorrentes e o público alvo? Veja o que aconteceu e pesquise para evitar essas falhas no futuro. Porém, independente dos motivos responsáveis pelo fracasso, perdoe-se. Quanto mais você se martirizar, pior vai ser”, diz Madalena.

Entenda que não existe garantia de vitória quando o que se quer é algo inovador. Portanto, se você fracassou, é porque tentou algo novo – e o mundo precisa disso: pessoas que tentam coisas diferentes. “Além disso, todo fracasso serve para o aprendizado. Mesmo com o negócio não dando certo, com certeza você aprendeu algo com ele - e levará esse aprendizado para o futuro”, comenta Madalena.

Depois de entender os motivos responsáveis pelo fracasso (e se perdoar por isso), reúna energia suficiente para uma nova jornada. Faça planos concretos e conte com o apoio de quem você confia para analisar, criticar e acrescentar detalhes em seus planos. “Após esse período difícil, coloque em prática aquilo que está no papel. Jogue fora a energia negativa do último projeto e a transforme em motivação para melhorar o atual. 

Essas são dicas para todas pessoas, independente da área. Os jogadores da seleção, por exemplo, precisarão reunir forças, aprender com o fracasso e seguir em frente”, conclui Madalena.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os pilares da confiança no trabalho e como construí-los

A confiança é um dos princípios fundamentais da construção de relacionamentos. Ela, contudo, não acontece de um dia para outro, exige o que a pessoa tem de melhor, se desenvolvendo aos poucos. Ela precisa ser conquistada com nossas ações e comportamentos.

Assim como na vida pessoal, relacionamentos profissionais também dependem dela para se manterem saudáveis. “Uma relação de confiança no ambiente de trabalho cria espaço para a cooperação, o comprometimento, a circulação de ideias inovadoras, superação das diferenças, aumentando a satisfação no trabalho e melhora da comunicação”.

Mas quais são os pilares da relação de confiança no ambiente profissional? Confira e veja ainda quais os passos para construir um relacionamento baseado na confiança:

Honestidade, integridade e coerência
“Não posso dizer confie em mim, mas por meio destes três aspectos eu estabeleço o vínculo de confiança”. Para que um indivíduo confie em alguém e se comprometa com ele é preciso acreditar nele. “Perceber que é ve…

A ética nossa de cada dia

Parte da matriz profissional, a ética garante uma carreira sólida e bem sucedidaA ética profissional faz parte da vida de muitos trabalhadores, afinal, para se construir uma carreira duradoura, é necessário manter uma conduta louvável, fundamentada em princípios e valores éticos e morais. Considerada como o ato de cumprir suas obrigações de sua área profissional sem violar nenhum princípio, a ética profissional, segundo Madalena Feliciano,  CEO do Instituto Profissional de Coaching, deve ser cercada por valores como:
A honestidade e integridade – “sempre buscar fazer seu trabalho de maneira honesta, prezando sua credibilidade”.O sigilo e o respeito – “respeitar o cliente, o colega de trabalho. Não tirar vantagens de situações, não firmar compromissos que não pode cumprir, etc.”, exemplifica Madalena.A contribuição social – “todo trabalho pode trazer uma contribuição para a sociedade. O de coaching, por exemplo, tem a capacidade de contribuir para o desenvolvimento de pessoas”, ressalta.…

Para alcançar o sucesso é preciso estudar a empresa

Madalena Feliciano diz que é necessário alinhar valores para ter sucesso profissional. Até mesmo para enviar o currículo a uma empresa é sempre bom conhecer sua cultura para ver se seus valores batem com os dela. Para isso, a internet é uma grande aliada para descobrir itens como missão, visão e valores, que são importantes quando for chamado para uma entrevista. No processo seletivo, o candidato pode aproveitar para descobrir várias outras informações sobre a empresa, prestando atenção nas perguntas feitas pelo selecionador e pelas atividades que deverão ser realizadas. “Profissionais que mostram conhecimento anterior e interesse sobre a empresa ganham pontos positivos com o entrevistador e futuros chefes. A atenção neste momento pode garantir um bom resultado no mais para a frente”, diz Madalena Feliciano, gestora de carreira da Outliers Careers. Ao entender melhor a cultura e o funcionamento da empresa, o profissional conseguirá identificar também seus pontos fracos e terá bons critér…