Pular para o conteúdo principal

Está se sentindo desmotivada no trabalho? Saiba como sair desse ciclo

Descubra atitudes que vão estimular você a entrar em sintonia com a empresa

Qualquer funcionária pode se sentir desmotivada no trabalho quando atravessa crises ou não se sente confortável com as tarefas que está fazendo. Partindo desse princípio, a coach Madalena Feliciano separou algumas dicas para se manter firme no serviço, recuperando seu estímulo.

Você faz o que gosta?
O primeiro passo é enxergar claramente a função que está desempenhando. Para que um funcionário se sinta motivado e produza mais, é necessário que tenha também uma expectativa de crescimento, de cargo ou de salário.
Assim, cada colaborador estipula metas próprias a serem seguidas, além das já estipuladas no trabalho. A coach indica: “Ao final de cada dia ou semana, faça uma lista do que tem feito na empresa, uma espécie de relatório para avaliar o desenvolvimento do trabalho”.

A importância do seu trabalho
O seu trabalho é diferenciado ou você é só mais um funcionário na empresa? O tipo de trabalho que você realiza é importante para o desenvolvimento geral da empresa? De acordo com a profissional, o segundo passo para se manter motivada é saber que o seu trabalho faz a diferença para algumas pessoas. Segundo Madalena, “se você não está enxergando esse significado, tente ir mais fundo. Você pode analisar seus relatórios semanais para preparar a próxima semana”.

Variedade nas atividades
Um dos grandes pontos de desmotivação no trabalho é fazer tudo igual todos os dias. É importante que, caso tenha que fazer sempre as mesmas atividade, você consiga flexibilizá-las para que o dia de trabalho não se torne cansativo e entediante. A profissional garante que esse tipo de movimento estimula diferentes partes do cérebro que conseguem recarregar a motivação.

Feedback
Tão importante quanto realizar um trabalho é ser reconhecida pelo que fez, seja pelo chefe ou pelo cliente. O feedback (retorno), diferente do que muitos costumam pensar, não serve para mexer com o ego do funcionário, e sim para ajudá-lo a aprimorar as suas habilidades e realizar um trabalho ainda melhor.

Autonomia
Não menos importante que os outros pontos já citados, a autonomia também é um fator de necessária discussão para que a pessoa não se sinta desmotivada no trabalho. Esse caso geralmente atinge os empreendedores, aqueles que têm o próprio negócio, pois têm mais liberdade de escolha do horário no qual vão trabalhar e desempenhar as funções de acordo com sua vontade. “Fugir do convencional e dos padrões ajuda a nos tornarmos mais criativos”, finaliza Madalena.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os pilares da confiança no trabalho e como construí-los

A confiança é um dos princípios fundamentais da construção de relacionamentos. Ela, contudo, não acontece de um dia para outro, exige o que a pessoa tem de melhor, se desenvolvendo aos poucos. Ela precisa ser conquistada com nossas ações e comportamentos.

Assim como na vida pessoal, relacionamentos profissionais também dependem dela para se manterem saudáveis. “Uma relação de confiança no ambiente de trabalho cria espaço para a cooperação, o comprometimento, a circulação de ideias inovadoras, superação das diferenças, aumentando a satisfação no trabalho e melhora da comunicação”.

Mas quais são os pilares da relação de confiança no ambiente profissional? Confira e veja ainda quais os passos para construir um relacionamento baseado na confiança:

Honestidade, integridade e coerência
“Não posso dizer confie em mim, mas por meio destes três aspectos eu estabeleço o vínculo de confiança”. Para que um indivíduo confie em alguém e se comprometa com ele é preciso acreditar nele. “Perceber que é ve…

A ética nossa de cada dia

Parte da matriz profissional, a ética garante uma carreira sólida e bem sucedidaA ética profissional faz parte da vida de muitos trabalhadores, afinal, para se construir uma carreira duradoura, é necessário manter uma conduta louvável, fundamentada em princípios e valores éticos e morais. Considerada como o ato de cumprir suas obrigações de sua área profissional sem violar nenhum princípio, a ética profissional, segundo Madalena Feliciano,  CEO do Instituto Profissional de Coaching, deve ser cercada por valores como:
A honestidade e integridade – “sempre buscar fazer seu trabalho de maneira honesta, prezando sua credibilidade”.O sigilo e o respeito – “respeitar o cliente, o colega de trabalho. Não tirar vantagens de situações, não firmar compromissos que não pode cumprir, etc.”, exemplifica Madalena.A contribuição social – “todo trabalho pode trazer uma contribuição para a sociedade. O de coaching, por exemplo, tem a capacidade de contribuir para o desenvolvimento de pessoas”, ressalta.…

Para alcançar o sucesso é preciso estudar a empresa

Madalena Feliciano diz que é necessário alinhar valores para ter sucesso profissional. Até mesmo para enviar o currículo a uma empresa é sempre bom conhecer sua cultura para ver se seus valores batem com os dela. Para isso, a internet é uma grande aliada para descobrir itens como missão, visão e valores, que são importantes quando for chamado para uma entrevista. No processo seletivo, o candidato pode aproveitar para descobrir várias outras informações sobre a empresa, prestando atenção nas perguntas feitas pelo selecionador e pelas atividades que deverão ser realizadas. “Profissionais que mostram conhecimento anterior e interesse sobre a empresa ganham pontos positivos com o entrevistador e futuros chefes. A atenção neste momento pode garantir um bom resultado no mais para a frente”, diz Madalena Feliciano, gestora de carreira da Outliers Careers. Ao entender melhor a cultura e o funcionamento da empresa, o profissional conseguirá identificar também seus pontos fracos e terá bons critér…