Pular para o conteúdo principal

Para ir longe, faça o que você não quer, diz Nizan Guanaes

Divulgação/Gustavo Rampini
Nizan Guanaes
Nizan Guanaes: para o fundador do Grupo ABC, que controla agências como África e Loducca, o segredo do sucesso é abdicar dos prazeres imediatos e das certezas

São Paulo — “A única forma de conservar a sua saúde é comer o que você não quer, beber o que você não aprecia e fazer o que preferia não fazer”. A frase do escritor norte-americano Mark Twain (1835-1910) foi o ponto de partida do debate do publicitário Nizan Guanaes com o apresentador a jornalista Marcelo Tas, no evento de comemoração dos 25 anos da Fundação Estudar.

Fundador do Grupo ABC, holding que controla 18 agências de publicidade como África, Loducca e DM9, Guanaes diz que disciplina e capacidade de fazer o que não se quer é o segredo para ter sucesso na vida e na carreira.

O publicitário precisou aplicar esse princípio para salvar a própria vida. “Eu tinha quase 200 quilos e precisei fazer uma revolução para poder estar aqui com vocês hoje”, conta ele, que perdeu 54 quilos após uma cirurgia de redução de estômago em 2008. “O mais importante é ter disciplina”.

Para atingir resultados, não é preciso renunciar somente aos prazeres imediatos: também é preciso se afastar das certezas. “Eu gosto de usar o ponto de interrogação”, disse Guanaes. “Não devemos nunca abdicar dessa coisa que é estudar, aprender coisas novas, fazer perguntas para ir se transformando ao longo da vida”.

Na conversa com os bolsistas da Fundação Estudar, Marcelo Tas também destacou a capacidade de “desaprender” certos conceitos e desafiar as suas próprias convicções. Hoje, com 30 anos de carreira na TV, ele tenta se livrar da ideia que as TVs são emissoras.

“Televisão hoje não deve apenas emitir conteúdo, ela também deve ser receptora e curadora de conteúdo, porque o modelo de negócios mudou”, disse ele. “Nós precisamos compreender que os jovens não veem mais TV, basta ver a quantidade de youtubers que têm mais audiência do que vários canais”.

Para Guanaes, é preciso aceitar que as mudanças são inevitáveis. “Conto nos dedos os setores que não estão em transformação”, disse Guanaes. “Se você está estudando alguma disciplina, cuidado para não estar aprendendo sobre o passado, porque mudança é a palavra destes tempos”.

Por experiência própria, ele diz que desconstruir antigas ideias só é possível por meio da humildade. “No passado, fui muito prepotente e pretensioso, mas hoje vejo que, para fazer coisas grandes, você precisa dos outros”, disse. “Agora eu sento com a molecada, escuto e 'faço estágio' com eles”, completou o publicitário.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os pilares da confiança no trabalho e como construí-los

A confiança é um dos princípios fundamentais da construção de relacionamentos. Ela, contudo, não acontece de um dia para outro, exige o que a pessoa tem de melhor, se desenvolvendo aos poucos. Ela precisa ser conquistada com nossas ações e comportamentos.

Assim como na vida pessoal, relacionamentos profissionais também dependem dela para se manterem saudáveis. “Uma relação de confiança no ambiente de trabalho cria espaço para a cooperação, o comprometimento, a circulação de ideias inovadoras, superação das diferenças, aumentando a satisfação no trabalho e melhora da comunicação”.

Mas quais são os pilares da relação de confiança no ambiente profissional? Confira e veja ainda quais os passos para construir um relacionamento baseado na confiança:

Honestidade, integridade e coerência
“Não posso dizer confie em mim, mas por meio destes três aspectos eu estabeleço o vínculo de confiança”. Para que um indivíduo confie em alguém e se comprometa com ele é preciso acreditar nele. “Perceber que é ve…

A ética nossa de cada dia

Parte da matriz profissional, a ética garante uma carreira sólida e bem sucedidaA ética profissional faz parte da vida de muitos trabalhadores, afinal, para se construir uma carreira duradoura, é necessário manter uma conduta louvável, fundamentada em princípios e valores éticos e morais. Considerada como o ato de cumprir suas obrigações de sua área profissional sem violar nenhum princípio, a ética profissional, segundo Madalena Feliciano,  CEO do Instituto Profissional de Coaching, deve ser cercada por valores como:
A honestidade e integridade – “sempre buscar fazer seu trabalho de maneira honesta, prezando sua credibilidade”.O sigilo e o respeito – “respeitar o cliente, o colega de trabalho. Não tirar vantagens de situações, não firmar compromissos que não pode cumprir, etc.”, exemplifica Madalena.A contribuição social – “todo trabalho pode trazer uma contribuição para a sociedade. O de coaching, por exemplo, tem a capacidade de contribuir para o desenvolvimento de pessoas”, ressalta.…

Para alcançar o sucesso é preciso estudar a empresa

Madalena Feliciano diz que é necessário alinhar valores para ter sucesso profissional. Até mesmo para enviar o currículo a uma empresa é sempre bom conhecer sua cultura para ver se seus valores batem com os dela. Para isso, a internet é uma grande aliada para descobrir itens como missão, visão e valores, que são importantes quando for chamado para uma entrevista. No processo seletivo, o candidato pode aproveitar para descobrir várias outras informações sobre a empresa, prestando atenção nas perguntas feitas pelo selecionador e pelas atividades que deverão ser realizadas. “Profissionais que mostram conhecimento anterior e interesse sobre a empresa ganham pontos positivos com o entrevistador e futuros chefes. A atenção neste momento pode garantir um bom resultado no mais para a frente”, diz Madalena Feliciano, gestora de carreira da Outliers Careers. Ao entender melhor a cultura e o funcionamento da empresa, o profissional conseguirá identificar também seus pontos fracos e terá bons critér…