Pular para o conteúdo principal

Atenção voluntários das Olimpíadas: Seus currículos serão muito bem vistos

Atenção voluntários das Olimpíadas: Seus currículos serão muito bem vistos
Especialista em transição de carreiras conta como trabalhar em eventos pode melhorar a perspectiva do empregador sobre você
De uma maneira geral, fazer trabalhos voluntários - seja com idosos, crianças e até mesmo, animais - é benéfico para os dois lados. Quem precisa de apoio e suporte, os recebem, e quem realiza a ação, sai com o sentimento de alma renovada e uma nova visão de mundo. Por esse motivo, a maturidade única adquirida ao dar sem receber, que os trabalhos voluntários são tão bem vistos aos olhos das pessoas e, principalmente, dos empregadores na hora da contratação. No início da carreira, em um momento transitório, ou até mesmo quando desempregado, atuar como voluntário pode aumentar as chances de uma boa impressão na entrevista. Além de humanizar o profissional, mostra que este, mesmo podendo, não dormiu até o meio-dia e viu TV o dia inteiro.
Segundo a coach de transição de carreiras, Madalena Feliciano, a preocupação com a responsabilidade social aumentou muito nos últimos anos, e as empresas hoje em dia, não só procuram um currículo profissional bom, mas também trabalhadores que dividem os mesmos valores “O profissional é visto como uma pessoa engajada, solidária, preocupada com os outros ao seu redor, e, logo, sabe trabalhar em equipe”, afirma.
Ainda de acordo com a especialista, estar desempregado não é motivo para não fazer nada “Quando o entrevistado mostra que não parou de se aperfeiçoar, seja profissional ou pessoalmente, ele está em um outro nível para o empregador, pois demonstra força de vontade. Isso se aplica não só ao trabalho voluntário, mas sim, à cursos de extensão, trabalhos em eventos - como as próprias Olimpíadas - ou sendo freelancer”, afirma Madalena, também diretora da Outliers Careers e do Instituto Brasileiro de Coaching.
“No caso das Olimpíadas, um evento internacional, onde os voluntários trabalhavam exaustivamente, no calor, por horas, fazendo atendimento ao público,entre outros, isso conta bastante. Uma rotina pesada, por duas semanas direto e sem receber nada. Só foi quem realmente quis, por um motivo muito maior do que dinheiro, só pela disposição de ajudar mesmo. É isso que o gestor vai pensar quando olhar o currículo”, comenta a coach.
No entanto, como diz Madalena, também existe um limite, até mesmo para trabalhos voluntários “Se vai colocar no currículo, dê preferência aos que sejam relevantes também à sua formação profissional. É isso que vai te dar bastante destaque. A ideia não é ‘quanto mais longo o currículo, melhor o profissional’ e, sim, quanto mais relevante ele for” finaliza.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os pilares da confiança no trabalho e como construí-los

A confiança é um dos princípios fundamentais da construção de relacionamentos. Ela, contudo, não acontece de um dia para outro, exige o que a pessoa tem de melhor, se desenvolvendo aos poucos. Ela precisa ser conquistada com nossas ações e comportamentos.

Assim como na vida pessoal, relacionamentos profissionais também dependem dela para se manterem saudáveis. “Uma relação de confiança no ambiente de trabalho cria espaço para a cooperação, o comprometimento, a circulação de ideias inovadoras, superação das diferenças, aumentando a satisfação no trabalho e melhora da comunicação”.

Mas quais são os pilares da relação de confiança no ambiente profissional? Confira e veja ainda quais os passos para construir um relacionamento baseado na confiança:

Honestidade, integridade e coerência
“Não posso dizer confie em mim, mas por meio destes três aspectos eu estabeleço o vínculo de confiança”. Para que um indivíduo confie em alguém e se comprometa com ele é preciso acreditar nele. “Perceber que é ve…

A ética nossa de cada dia

Parte da matriz profissional, a ética garante uma carreira sólida e bem sucedidaA ética profissional faz parte da vida de muitos trabalhadores, afinal, para se construir uma carreira duradoura, é necessário manter uma conduta louvável, fundamentada em princípios e valores éticos e morais. Considerada como o ato de cumprir suas obrigações de sua área profissional sem violar nenhum princípio, a ética profissional, segundo Madalena Feliciano,  CEO do Instituto Profissional de Coaching, deve ser cercada por valores como:
A honestidade e integridade – “sempre buscar fazer seu trabalho de maneira honesta, prezando sua credibilidade”.O sigilo e o respeito – “respeitar o cliente, o colega de trabalho. Não tirar vantagens de situações, não firmar compromissos que não pode cumprir, etc.”, exemplifica Madalena.A contribuição social – “todo trabalho pode trazer uma contribuição para a sociedade. O de coaching, por exemplo, tem a capacidade de contribuir para o desenvolvimento de pessoas”, ressalta.…

Para alcançar o sucesso é preciso estudar a empresa

Madalena Feliciano diz que é necessário alinhar valores para ter sucesso profissional. Até mesmo para enviar o currículo a uma empresa é sempre bom conhecer sua cultura para ver se seus valores batem com os dela. Para isso, a internet é uma grande aliada para descobrir itens como missão, visão e valores, que são importantes quando for chamado para uma entrevista. No processo seletivo, o candidato pode aproveitar para descobrir várias outras informações sobre a empresa, prestando atenção nas perguntas feitas pelo selecionador e pelas atividades que deverão ser realizadas. “Profissionais que mostram conhecimento anterior e interesse sobre a empresa ganham pontos positivos com o entrevistador e futuros chefes. A atenção neste momento pode garantir um bom resultado no mais para a frente”, diz Madalena Feliciano, gestora de carreira da Outliers Careers. Ao entender melhor a cultura e o funcionamento da empresa, o profissional conseguirá identificar também seus pontos fracos e terá bons critér…